Cada vez mais o mundo digital, e particularmente o streaming, anda lado a lado com o cinema. É a pensar em plataformas como o Netflix ou na possibilidade de voltar atrás 7 dias nos serviços de cabo nacionais, que vamos dar sugestões de filmes que estão disponíveis durante a semana.


PARA VER NO NETFLIX

Temporário 12

Short Term 12 – 2013

Por esta altura já quase toda a gente sabe quem é a Brie Larson. Ganhar um Oscar para Melhor Actriz tem esse efeito. Mas em 2013 ela já tinha mostrado que tinha esse potencial neste “Temporário 12”.

Grace (Larson) é responsável por supervisionar um centro de acolhimento para adolescentes problemáticos. A chegada de uma nova residente cria uma ligação tão próxima de Grace que a faz enfrentar os seus próprios problemas do passado.

Um filme aclamado pela crítica, realizado por Destin Daniel Cretton, que nos faz rir e chorar. Que nos liga a todos os personagens sem o forçar. Cheio de boas interpretações, com grande destaque para a Brie Larson e John Gallager Jr. (The Newsroom).


PARA VER NO HOLLYWOOD

Ultimo Grande Herói

Last Action Hero – 1993

Atenção! Este não é o típico filme de acção. Sim, é realizado pelo John McTiernan, que nos trouxe os 1º e 3º capítulos da saga Die Hard (vénia). E sim, o protagonista é o Arnold Schwarzenegger. Mas na verdade este filme é uma aventura que brinca com os estereótipos dos filmes de acção.

Danny (Austin O’Brien) ganha um bilhete mágico que o transporta para dentro da tela onde encontra o seu personagem de acção preferido, Jack Slayer (Schwarzenegger) e segue-o para todo o lado, envolvendo-se em todas as perigosas missões do herói.

O grande trunfo deste filme é o personagem Jack, que se recusa a acreditar que é uma estrela do cinema de acção, e, de cena em cena, brinca com muitos dos clichés deste género de filme. Inclusive com muitos dos personagens do próprio Schwarzenegger. Duas horas de um domingo calmo podem ser muito bem preenchidas com este clássico.


PARA VER NO CINEMUNDO

Os Filhos do Homem

Children of Men – 2006

Alfonso Cuarón tem neste drama de ficção científica a sua obra-prima. E estamos a falar do senhor que fez “Y tu mama también” e “Gravity”.

Estamos no ano 2027, em Londres, e o mundo está perante o fim da Humanidade, quando, sem se saber a razão, as mulheres se tornam inférteis e é anunciada a morte do mais jovem humano, com 18.

O ex-activista, agora burocrata, Theo Faron (Clive Owen) tem a missão de transportar uma mulher que está grávida para um santuário e proteger o que pode ser a última réstia de esperança da sobrevivência da humanidade. E, para o fazer, vai ter que sobreviver e escapar do caos e anarquia instalada.

Um filme brilhante com um elenco de luxo que, além de Owen, inclui Julianne Moore, Chiwetel Ejiofor e Michael Caine.

Facebook Comments

Leave a comment