Liga de Mulheres

Manter uma atitude feminista e apreciar cada episódio de Game of Thrones nem sempre é uma tarefa fácil. Ao longo de 5 temporadas, o espetador acompanhou cenas de exploração do corpo feminino, através de gratuitas cenas de nudez e, principalmente, de claras violações de relevantes personagens femininas.

Embora a cena de violação de Sansa Stark tenha sido a mais comentada, tendo mesmo dado origem a uma onda de críticas nas redes sociais, a verdade é que outras personagens, como Cersei Lannister e mesmo Daenerys Targaryen, tiveram que sofrer a mesma imposição masculina.

No entanto, a sexta temporada apresentou-se como um ponto de viragem no papel das mulheres nesta luta pelo Iron Throne.

 

 

… Algumas personagens viram a sua força reafirmada…

Se alguém tinha dúvidas que Daenerys tinha tudo para ser o maior ícone feminino da série, nesta temporada ela deu mais razões que o provam do que o nº de títulos nobiliárquicos que tem*. O destaque vai para o episódio em que Khaleesi não só destrona o conselho puramente masculino (e machista) dos Dothraki, como renasce novamente das cinzas, provando-se mais poderosa e imune ao fogo do que o seu reflexo literário, uma vez que nos livros a resistência ao fogo é algo que acontece apenas uma vez.

… Outras personagens demonstraram que o seu percurso ao longo de seis duras temporadas resultou no seu crescimento e amadurecimento…

As irmãs Stark. Cada uma à sua maneira, Sansa e Arya tiveram uma temporada plena de sofrimento, mas que lhes possibilitou terminarem de forma impressionante.

Sansa revelou-se uma aliada perfeita na batalha dos bastardos. Inteligente e diplomata, acompanhou todos os passos de delineação estratégica e de obtenção de apoios, e foi pela sua intervenção que o pequeno exército de Jon Snow revelou-se um verdadeiro David que vence a Golias, com a ajuda dos homens enviados por Petyr “Littlefinger” Baelish, a pedido desta Stark. Os requintes de malvadez com que Sansa defrontou o seu marido e agressor nos últimos momentos foram só mais uma forma de demonstrar o quão destemida ela se tornou.

Quem também já não é uma miúda é Arya. Pessoalmente, foi um suplício acompanhar a sua viagem de definição pessoal (não sou fã daquela linha narrativa), mas soube tão bem quando ela finalmente assumiu que tinha cara e tinha nome e o seu nome foi e será gritado aos quatro ventos, cada vez que ela fizer mais um check na sua lista de alvos a abater.

… Há ainda as personagens que nos surpreenderam…

Cersei Lannister não surpreende por ser uma mulher de armas. Já se sabia que ela era capaz de tudo para se proteger a si e aos seus… mas acho que ninguém tinha noção do quão inteligentemente cruel ela conseguia mesmo ser. Aquela ideia que mandar todos os seus inimigos pelos ares de uma vez só, salvando o seu filho, foi simplesmente genial.

No entanto, ela não tem a coroa de personagem feminina mais surpreendente. Essa pertence a alguém que aparenta ser dócil, meio interesseira e passivo-agressiva, sim, mas cujas habilidades intelectuais eram algo ignoradas… enganou-nos bem, a Margaery Tyrell. Ela soube dar bem a volta aos homens da sua vida, não só aos vários maridos, como principalmente ao High Sparrow, convencendo-o que estava livre dos seus pecados e não sofrendo consequências tão severas como Cersei.

… E, finalmente, temos personagens mais secundárias, mas que fizeram toda a diferença na narrativa.

Brienne Of Tarth… não só quebra qualquer estereótipo de “lady” que se possa ter, como é uma guerreira fenomenal.

Melisandre… se houver mais alguém que saiba reavivar mortos que ponha a mão no ar!

Yara Greyjoy… uma mulher poderosa no meio de homens e a aliada perfeita para a viagem de Daenerys até ao Iron Throne.

Lyanna Mormont… não a julguem pelo seu tamanho, esta miúda é grande! Não tem papas na língua, é muito correta em tudo o que diz e foi ela que, na verdade, convenceu todas as outras casas do Norte a reconhecer Jon Snow como o King of the North, mesmo sendo um bastardo.

Adicionariam mais alguma à longa lista de mulheres de armas nesta afincada guerra pelos tronos?

 

* Daenerys of House Targaryen, the First of Her Name
Queen of Meereen
Queen of the Andals, the Rhoynar and the First Men
Lady Regnant of the Seven Kingdoms
Protector of the Realm
Khaleesi of the Great Grass Sea
Breaker of Chains
Mother of Dragons

Facebook Comments

Leave a comment