Nada de Novo

Filmes e séries que já deram, mas ainda têm muito para dar

The Broken Circle Breakdown

2012

Drama (muito) / Musical (mais ou menos)

Sabem aquele vosso amigo brutamontes, frio como uma cerveja esquecida no congelador? Aquele de coração empedernido, que acha que chorar é para os fracos e nem sequer vacila a cortar cebolas? Ponham o menino a ver este Broken Circle Breakdown.

Sim, este filme é daqueles tramados em que muita gente rija chora.

Eu, por acaso, não chorei. Mas também nunca choro. Não é que seja rijo, é porque sequei todas as minhas lágrimas a ver o Turner & Hooch quando tinha uns 7 ou 8 anos. Pá, quem nunca chorou com um filme de animais que atire a primeira bala à mãe do Bambi.

Continuando, The Broken Circle Breakdown é, de facto, um filme demasiado triste. É tão triste que pensamos que estão a exagerar, que podiam não ter ido tão longe no drama, principalmente na segunda metade, em que os protagonistas lidam com a pior das notícias: a doença grave de uma criança.

Mas, até esse momento dramático, temos uma história verdadeiramente romântica entre duas pessoas completamente diferentes – belo trabalho dos actores principais –, unidas pelo amor à música.

E essa música, senhores, não vai sair da vossa cabeça, ou, pelo menos, do vosso Spotify, nas semanas seguintes. Quem gosta de Bluegrass, tem aqui a banda sonora da sua vida. Quem não gosta, vai mudar de opinião. Quem não faz ideia do que é, depois de ver e ouvir isto vai passar a comprar discos, chapéus de cowboy e touros mecânicos.

A banda sonora acaba por ser mais uma personagem. Um pouco como no Once, de John Carney, a música marca o ritmo do filme e conta a história dos personagens principais. É ela que ilustra a relação entre os dois e a viagem emocional de ambos até ao final, incluindo a dura prova referida anteriormente.

Depois de vários altos e baixos que são realmente baixos, a cena final é fortíssima. Devastadora e inesquecível. E é a música dessa última cena que a torna tão icónica e poderosa. Quem diria que um banjo podia ser tão emotivo.

The Broken Circle Breakdown é um filme para os românticos, para os melómanos e para as carpideiras. Tem algumas falhas ao nível da história, acabando por se perder na sucessão de dramas, mas não deixa de ser um filme especial, com uma ingenuidade desarmante e uma banda sonora que vos vai embalar até muito depois de terem acabado os créditos. O vosso amigo insensível até pode não chorar, mas vai acabar a bater aquele seu pézinho de gelo.

Uma análise de cor de João Madeira da Silva

Facebook Comments

Leave a comment